Especializações

Mapa Arquetípico da Jornada Terrena

O que é arquétipo?

O arquétipo é um conceito muito utilizado pelo psicólogo e psiquiatra Carl Jung. Os arquétipos são originários da Grécia Antiga e derivam da palavra archein, que significa original ou velho, e da palavra typos, que significa padrão ou tipo.

 

Isso quer dizer, que arquétipo de forma bem resumida traduz-se como padrão original. Jung faz uma reflexão de que os arquétipos residem como padrões no inconsciente coletivo, exercendo influência sob nossas motivações mais fundamentais, como reações   emocionais, sentimentais e comportamentais.

 

Portanto, conhecer seus arquétipos é conhecer a si mesmo da forma mais profunda e verdadeira. É conhecer quem você é, verdadeiramente.

 

Jung ainda afirma que durante a jornada terrena os seres humanos representam diversos personagens arquetípicos, os quais estão retratados nos 22 Arcanos maiores do Tarot. Logo,  os arquétipos são padrões estruturantes da personalidade descobertos pelo psicólogo.


Por isso, conhecer nossos Arquétipos pessoais, é conhecer as características mais profundas do nosso ser, para então poder integrá-las, promovendo uma transformação das dificuldades e obstáculos, em força propulsora para alcançar o sucesso que você deseja, em todas as áreas da nossa vida.

 

Os arquétipos estão presentes em nós. Por exemplo, a figura materna, a figura paterna, ou do irmão, da irmã, etc. E permanecerão em nós por toda a nossa existência, necessitando serem trabalhados constantemente.

 

Todo arquétipo traz características positivas e negativas. Portanto, são energias e possuem dupla polaridade. Esse estudo proporciona avaliar se estamos atuando na energia negativa, para ajustar para o polo positivo de cada arquétipo.

 

As imagens nos tocam profundamente, acessando os conteúdos inconscientes e trazendo-os para a consciência da pessoa, proporcionando autoconhecimento, orientação e direcionamento. Isso acontece porque o arquétipo representa essencialmente um conteúdo inconsciente, que se modifica através da conscientização e percepção, assumindo matizes que variam de acordo com a consciência individual na qual se manifesta.


 

“Arquétipo é o projeto de tudo o que existe. É um modelo que melhor representa qualquer coisa que possa existir. Qualquer coisa que exista tem de haver um arquétipo daquilo. Seja uma função, uma habilidade, um conhecimento, uma vocação, etc. (…) São imagens primordiais, originadas de uma repetição progressiva de uma mesma experiência durante muitas gerações, armazenadas no inconsciente coletivo.” (Carl Gustav Jung)

 

A fundamentação dos Arquétipos

 

A maioria das pessoas confundem a jornada dos arquétipos e a tarologia com a religião ou até mesmo, com a psicologia. É importante ressaltar que o trabalho de identificar e trabalhar os arquétipos não tem fundamento religioso, e sim, é um calculo matemático minucioso à partir do seu nome e dia que você nasceu.

O objetivo deste trabalho é identificar e trabalhar os padrões inconscientes de modo que você ganhe mais liberdade, e não fique preso na repetição dos padrões de memórias do passado.  

 

Esse trabalho promove a paz espiritual e a força interior. A assessoria prestada à partir dos arquétipos está baseada nas descobertas da Ciência, na Mecânica Quântica e no funcionamento da Realidade última. 

Sessão de Desbloqueio

É um processo terapêutico, com sessões individuais que visam olhar com prioridade e privacidade questões que impedem um viver mais equilibrado e pleno, trazendo soluções para Traumas e Bloqueios, etc). É uma prática desenvolvida por Olene Vilela, onde ela incorporou diversos elementos da Terapia Holística e técnicas efetivas, onde o objetivo é o Resgate e a Criança Interior.

Nesse processo o indivíduo é visto como um todo e se busca o equilíbrio emocional, mental, psíquico que consequentemente reverbera no social por meio de estímulos naturais.

 

O corpo é um organismo interligado e não deve ser entendido em partes independentes. Isso significa que a abordagem holística engloba elementos emocionais, mentais, espirituais e físicos, para a descoberta do problema e da cura.

 

Através dos inúmeros atendimentos Olene Constatou que todos os problemas que aflige  o Ser humano foi antes ocasionado por uma desarmonia no seu emocional/mental, que quando não corrigido à tempo, afeta o psíquico, até chegar no corpo físico em forma de doença ou outra desequilíbrio.

Consultoria Analítica

A partir dos simbolismos contidos na Jornada Terrena, é possível identificar causas e soluções, mas também oferecer orientação e direcionamento, pois o símbolo tem o poder de ir direto ao inconsciente sem passar pelo racional. A função desse recurso é o autoconhecimento e o despertar para sua própria história, é reconhecer seu caminho que é único.

Jung descreve os símbolos contidos na Jornada do Herói, como arquétipos do inconsciente coletivo, ou seja, tudo que habita a parte mais profunda do nosso ser.

Através dessa ferramenta milenar de autoconhecimento (Tarot) você pode descobrir quais forças regem você nesse nível profundo e alinhar sua vida com as poderosas forças do universo.

A Consultoria  Analítica se baseia, portanto,  no Mapa Arquetípico da Jornada  Pessoal, sendo um recurso que observa todo o contexto da vida do indivíduo e não apenas de determinada situação. 

Reprogramação Mental

A função da reprogramação mental é liberar o indivíduo de padrões limitantes, transformando memórias ruins e traumas emocionais. Dessa forma, a Reprogramação Mental se utiliza da Programação Neurolinguística (PNL) para poder desprogramar e reprogramar o inconsciente, modificando a estrutura interna do ser.

Mas por que a reprogramação mental é necessária?

Ao longo da vida todos os seres humanos, absorvem através dos canais sensoriais (Neuro), o que acontece ao seu redor. Essas informações passam por filtros (programação) que geram representações internas dentro de nós. Essas representações, por sua vez, interferem na fisiologia, no comportamento e nas ações do indivíduo.

 

​Por trás de toda ação (tanto verbal quanto não verbal - LINGUÍSTICA) existe uma razão, um motivo para cada ação. Para obter-se uma mudança de comportamento, é preciso que a pessoa entenda e compreenda o motivo, ou seja, os modelos mentais.


Segundo Peter Senge, modelos mentais são “pressupostos profundamente arraigados, generalizações, ilustrações, imagens ou histórias que influem na nossa maneira de compreender o mundo e nele agir”. São os modelos mentais que definem como o ser humano percebe  o que está acontecendo a sua volta,  e como se sente em relação àquilo, por consequência, como ele pensa e age.

O maior problema das pessoas é não conhecer seu modelo mental, fazendo com que suas ações não tenham um motivo auto explicativo

 

Como a PNL atua?

A PNL (programação neurolinguística) portanto, permite compreender o funcionamento interno e identificar os modelos mentais, para que estes possam ser questionados e re-significados.  A partir da PNL é possível “reprogramar” a estrutura interna com foco nos resultados que o indivíduo quer alcançar.

Contato

Travessa Alice Pedroso Coelho, 133

Cotia - SP

E-mail: olenevilela@gmail.com

Tel: 11 96613-1780

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
Deixe  seus  dados  abaixo: 
Entraremos em contato!

© 2020 by Arquétipos da Jornada Pessoal. Todos os direitos reservados.